Como lidar com a ejaculação precoce na adolescência?

Ejaculação precoce é um distúrbio sexual que acomete os homens e faz com que eles durem menos na cama. Na hora da relação sexual, ela pode acontecer antes, ou após a penetração. Como o nome já diz, a ejaculação ocorre precocemente, ou seja, antes do esperado pelo homem.

 

Nos homens mais jovens, é normal eles terem ejaculação precoce, principalmente àqueles que estão iniciando sua vida sexual. Na adolescência, a ansiedade, o medo de ser pego no flagra por outras pessoas, a falta de experiência, e a vontade de mostrar um bom desempenho na cama para a parceira, acabam acelerando a ejaculação do homem. Mas eles não precisam desanimar não, a ejaculação precoce, conforme o adolescente vai se relacionando mais com a parceira, ele vai se sentindo mais seguro e a ejaculação tende a se normalizar.

Quais outros fatores podem influenciar no aparecimento da ejaculação precoce?

O principal fator continua sendo as questões de ordem psicológicas. Mas, casos como distúrbio da tireoide, disfunção erétil, uso de alguns medicamentos, níveis hormonais acima do normal, entre outros, podem estar relacionados com o surgimento da ejaculação precoce nos homens.

 

Para saber se o homem tem mesmo o problema da ejaculação precoce, ele deve observar, na hora da relação sexual, se ela acontece de forma muito rápida, ou seja, em média um minuto após a penetração. A ejaculação precoce é considerada um problema quando afeta mais de 50% das relações sexuais. Podem existir casos, em que a ejaculação ocorre antes mesmo do homem penetrar a vagina. O ideal é que o homem não guarde o problema para sí, e vá em busca de tratamento o mais rápido possível.

Como tratá-la?

Existem várias formas e técnicas que ajudam a tratar a ejaculação precoce nos homens. Mas nos adolescentes, a melhor forma encontrada para tratar o problema, é com o exercício da masturbação. O ato de se masturbar ajuda os adolescentes a conhecerem melhor o seu corpo, e entenderem como se dá a ejaculação. A partir daí, eles se sentem mais confiantes e mais tranquilos quanto ao sexo.

Em casa, o homem pode procurar um local tranquilo para se masturbar, como por exemplo, um quarto ou um banheiro. Ele deve começar a se masturbar e antes de gozar deve parar o ato. Este exercício pode ser feito várias vezes, segurando a ejaculação, até que queira de fato ejacular. Isso ajudará o homem a ter controle sobre a latência ejaculatória. A dica é se masturbar uma ou duas horas antes da relação sexual.

 

Outra forma de tratar a ejaculação precoce é por meio de terapias sexuais. Como as principais causas deste problema são de origem psicológica, muitas vezes a ajuda pode vir de um terapeuta sexual.  Na terapia, o profissional tentará descobrir o que faz o homem apresentar aquele sintoma na relação sexual. Muitas vezes, o terapeuta trata primeiro a ansiedade, ou o estresse que vem do trabalho, por exemplo, para depois chegar à questão da ejaculação precoce e ver o que mais está lhe causando aquele problema.

Indica-se a terapia sexual, não somente para o homem que possui o problema da ejaculação precoce, mas sim para a companheira dele também. É que quando os dois fazem a terapia juntos, tem-se uma maior interação e um ambiente de intimidade e cumplicidade entre o casal, o que é considerado um fator relevante para o tratamento da ejaculação precoce. O tempo de duração da terapia sexual depende muito do grau em que o problema se encontra. Especialistas acreditam que a melhora do problema é visível desde a primeira consulta.

Dicas importantes que ajudam a retardar a ejaculação na hora H

A primeira dica é sempre utilizar o preservativo durante o sexo. Além de estar prevenindo doenças pode controlar a ejaculação. O preservativo reduz a sensibilidade do pênis e a estimulação do homem, e assim, aumenta o tempo antes de ele ejacular. Os homens devem optar por utilizar preservativos, com efeito, retardante.

 

Outra dica, e não menos importante, é relaxar. O estresse e a ansiedade podem causar vários problemas na vida das pessoas e também podem interferir no controle da ejaculação.  Quando estiver com a parceira evite pensar em problemas financeiros, na correria do trabalho, pense só naquele momento. Desfrute o prazer do sexo.

Chá do amor Kannjin é um energético sexual que trata casos de ejaculação precoce

Os homens que ainda não conhecem o Chá do Amor Kannjin, devem procurar experimentá-lo. Este produto que está há alguns anos no mercado, pode ser aquilo que você precisa para dar um gás no seu relacionamento. Ele pode ser utilizado por homens que possuem o problema da disfunção erétil ou impotência sexual, e principalmente por aqueles homens que sofrem com a ejaculação precoce, e não conseguem durar mais tempo na cama.

 

Ele é um energético sexual totalmente natural. É extraído de um cipó encontrado na floresta amazônica, chamado “cipó kannjin”. Diferente de outros medicamentos utilizados para o tratamento deste distúrbio, o Chá do Amor não possui efeitos colaterais, e pode ser utilizado por pessoas com idades de 18 a 90 anos. Assim, tanto os mais velhos quanto os mais jovens, podem se beneficiar com a utilização do energético sexual. A função do chá é proporcionar uma ereção segura e saudável e claro, tratar com eficácia estas disfunções sexuais.

Como tomar o chá?

Quem tem disfunção erétil, deve ingerir o chá 40 minutos antes do sexo. E se o homem tem ejaculação precoce, deve tomar o chá uma hora antes da relação. Tomando uma vez por semana, você pode diminuir muito a chance de ter uma ejaculação precoce. O Chá do Amor Kannjin vem em um sachê, e deve-se despejar o conteúdo em um copo de água, suco, ou refrigerante e ingerir logo em seguida. Não é recomendado ingerir o Kannjin com leite, pois a lactose pode inibir a ação do produto no organismo.

Em algumas pessoas, seu efeito chega até 12 horas. E além disso, segundo relatos de clientes que utilizam o Kannjin, o chá ainda auxilia no alívio do estresse, dores de cabeça, melhora a circulação e melhora as labirintites.

6 thoughts on “Como lidar com a ejaculação precoce na adolescência?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *