Como melhorar a “saúde” do seu relacionamento íntimo

Depressão e Impotência sexual
8 de julho de 2017
3 Motivos para você não se orgulhar da sua “Barriga de chop”
24 de julho de 2017

Você está satisfeito com a qualidade de seu relacionamento íntimo? Sua parceira, ou parceiro, também está satisfeita, ou satisfeito?

Se você acha que seu relacionamento íntimo não está sendo tão gratificante quanto desejava, veja alguns aspectos que podem apontar como melhorar a “saúde” do seu relacionamento íntimo:

Compreenda “relacionamento íntimo”

Muitos homens entendem “relacionamento íntimo” como sinônimo de “fazer sexo”. Em decorrência desse pensamento, quando se envolvem com alguém, seja casualmente ou com pretensões de maior compromisso, tem sua atenção e preocupação voltadas apenas para seu desempenho sexual.  Cuidado, uma postura dessas pode dar certo em uma noite, mas não contribuirá para um relacionamento mais duradouro.

Um relacionamento íntimo construído a partir do bem querer, da atenção e cuidado com o outro, do carinho e da cumplicidade e onde ambos experimentam prazer no simples fato de “estar junto”, terá os ingredientes necessários para superar qualquer obstáculo, inclusive algum momento de sexo com menor qualidade ou “performance” comprometida.

Veja algumas causas de “problemas” no sexo

Quando desejamos um relacionamento íntimo com alguém temos tendência a desejar sermos “perfeitos” para essa pessoa, especialmente no ato sexual, nosso momento mais íntimo. Se você perceber dificuldades em manter uma boa relação sexual ou alguma queda em seu desempenho, procure orientação médica. Há diversas possibilidades para ocorrer esse tipo de problema e só um médico poderá diagnosticar corretamente, mas podemos abordar aqui alguns fatores que podem comprometer nosso desempenho sexual:

O estado mental/psicológico

O pensamento é uma poderosa força criadora, por isso mesmo é muito freqüente que dificuldades no relacionamento sexual surjam em decorrência de baixa-estima, excesso de expectativa, traumas do passado e etc. Manter um estado mental saudável, leve, e livre de expectativas, é fator importante para uma relação sexual satisfatória.

Causas orgânicas ou físicas

O seu estado psicológico pode estar bom, mas ainda assim você se depara com dificuldade em ter uma boa ereção, não se desespere, seu médico terá condições de ajudá-lo, a medicina evoluiu muito e esse problema pode ser superado na maioria dos casos.

Para uma boa ereção é fundamental um perfeito fluxo sanguíneos para o pênis e há fatores que interferem na qualidade desse fluxo, sejam hábitos de vida, medicamentos ou presença de certo tipo de doenças, vejamos alguns exemplos:

Doenças associadas a dificuldades de ereção

  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Colesterol e triglicerídeos altos;
  • Problemas cardíacos;
  • Depressão não tratada.

Hábitos de vida que contribuem para dificuldades de ereção

  • Tabagismo;
  • Alcoolismo;
  • Uso de drogas;

Como vimos, a “saúde” do relacionamento íntimo vai muito além do ato sexual em si, muito embora esse seja um componente importante de qualquer relacionamento. Exercitar o cuidado com o outro, a atenção a suas necessidades, bem como estar vigilante quanto a seus hábitos de vida e seu estado mental e psicológico, garantem mais qualidade de vida e relacionamentos fantásticos. Visite regularmente seu médico e obedeça as orientações recebidas, cuide de sua alimentação e pratique exercícios físicos.

Mantenha hábitos saudáveis. Gostou de nosso post? Deixe sua opinião nos comentários.    

 



Faça o tratamento utilizando 1 Chá do Amor de 4 em 4 dias no período de 2 meses.

CLIQUE AQUI E COMPRE as 15 unidades para fazer o seu tratamento e ganhe um desconto de 10% utilizando o seguinte cupom na hora da compra: tratamentokannjin

*Coloque seu cupom na finalização de sua compra para poder ativar o desconto.


Renar Francioni Pacheco
Renar Francioni Pacheco
Farmacêutico Bioquímico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *