Disfunção erétil: Colesterol alto prejudica a ereção?

O colesterol é muito importante para o funcionamento do corpo humano. Ele é um tipo de gordura que se encontra no organismo de qualquer pessoa. É componente estrutural das membranas celulares em todo o corpo e, está presente no cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e também no coração.

Porém, é preciso estar sempre atento à saúde, pois existe o colesterol bom e o colesterol ruim. O colesterol alto impossibilita que o fluxo sanguíneo chegue em determinadas partes do corpo, como cérebro, rins e coração. É que a gordura vai se depositando nas paredes dos vasos sanguíneos e dificultando a passagem do sangue, o que prejudica a ereção masculina.

Por que o colesterol interfere na ereção?

Sabe-se que a disfunção erétil ou impotência sexual é um distúrbio que impede que o homem consiga ter e manter a ereção suficientemente rígida para que possa ocorrer a penetração. Vários fatores contribuem para que a disfunção erétil apareça nos homens. Entretanto, uma dessas causas, segundo pesquisadores, está diretamente ligada ao colesterol alto, que acaba fazendo com que o sangue não chegue até o pênis, (por causa da gordura acumulada nos vasos) dificultando a ereção.

 

Entenda o processo da ereção: Todos já devem ter escutado alguém falar, que sem estímulo erótico o pênis não fica ereto. Então, durante a relação sexual, assim que o gatilho erótico do cérebro é disparado, ele começa a inchar/subir. São estímulos eróticos como o cheiro, o toque, o som, a visão ou até mesmo a memória podem fazer o pênis começar a subir.

É a testosterona que vai controlar essa reação do organismo. O cérebro então, manda várias reações para os nervos, vasos e músculos, que por fim ocasionam a ereção masculina. Com isso, os corpos cavernosos vão se encher de sangue e o pênis irá ficar rígido. As veias internas são comprimidas e assim evitam a saída de sangue.

Após a ejaculação ou quando acaba a excitação, as veias se abrem para a passagem do sangue, e o pênis volta ao seu tamanho e forma originais. Vale ressaltar que qualquer falha neste processo, pode resultar numa disfunção erétil, principalmente se o homem tiver colesterol alto e suas veias e vasos sanguíneos estiverem obstruídos. Vale ressaltar que os homens que possuem o colesterol alto têm muito mais chances de desenvolver doenças cardíacas e são também, duas vezes mais propensos a terem problemas de disfunção erétil.

Quais os sintomas da disfunção erétil?

Os sintomas da disfunção erétil geralmente são a redução do tamanho e da rigidez peniana, ausência testicular, dificuldade de obter ou manter uma ereção, deformação no pênis, e redução dos pelos no corpo. Procurar ajuda logo que identificar o problema é importante para que se comece um tratamento adequado e o homem consiga ter uma vida sexual saudável e livre de problemas.

Alguns alimentos ajudam a tratar o colesterol alto

Entre tantos meios que ajudam os homens a tratarem o colesterol alto, como os remédios, por exemplo, alguns alimentos também podem fazer com este colesterol baixe e ele se livre de uma vez por todas do fantasma da disfunção erétil. Alimentos ricos em vitaminas e minerais e com pouca gordura, contribuem para baixar o colesterol. São alguns dos alimentos que devem ser consumidos diariamente, e que ajudam a diminuir o colesterol: berinjela, alcachofra, linhaça, pistache, chá preto, água de coco, alho, cebola, entre outros. Evite comer frituras, massas folhadas, carnes vermelhas, alimentos muito doces, comidas muito condimentadas, entre outros.

 

Também é possível diminuir o colesterol e as chances do homem ter disfunção erétil, se os hábitos mudarem para melhor. Alimentação saudável, prática de exercícios físicos, evitando fumar e, evitando também o consumo de álcool. Com esses bons hábitos, o homem não só cuida da sua saúde como também, garante uma maior qualidade sexual, livre de disfunções sexuais.

Homens devem procurar ajuda de um médico especialista

A disfunção erétil é um problema que atrapalha muito os relacionamentos. Mexe com a autoestima dos homens e os deixam frustrados perante a relação sexual que é diretamente afetada. Além disso, a disfunção erétil pode ser um sinal de outras patologias como a doença cardiovascular, diabetes ou a pressão arterial elevada. Por isso é importante sim consultar o seu médico para obter um diagnóstico correto.

 

Chá do Amor Kannjin e a disfunção erétil

Existem vários graus da disfunção erétil, que pode ser leve, moderada e severa. Dependendo do caso, se o homem não tiver mais problemas com a saúde, tratando o colesterol alto, ele pode eliminar o problema da disfunção erétil. Mas como existem vários fatores que desencadeiam o problema, às vezes fica difícil se livrar da disfunção erétil tão rápido.

Por isso, os homens devem experimentar o Chá do Amor Kannjin, um energético sexual totalmente natural que ajuda a tratar a disfunção erétil e também a ejaculação precoce. Ele é extraído de um cipó encontrado na floresta Amazônica, chamado “cipó Kannjin”.

 

Sua função é proporcionar uma ereção segura e saudável, e claro, tratando essas duas disfunções sexuais. Tomando o Chá do Amor o homem pode ter mais tempo na cama com a parceira. O Kannjin pode ser utilizado pelos homens entre 18 e 90 anos de idade. Como é uma planta natural, trabalha toda a circulação do corpo humano, fazendo circular o sangue principalmente na região do pênis.

Como Tomar o Chá do Amor Kannjin

O chá do amor kannjin deve ser ingerido 40 minutos antes do homem passar por uma situação erótica. Deve-se abrir o sachê e despejar o conteúdo em um copo de água, suco, ou refrigerante e ingerir logo em seguida. Vale ressaltar, que o Chá do Amor Kannjin nunca deve ser ingerido com leite, pois a lactose pode inibir a ação do produto.

O chá atua em outras áreas do organismo?

Na concepção do produto, o alvo era apenas relacionado com a parte sexual, mas como o chá já está há mais de 10 anos no mercado, o número de relatos sobre a efetividade em outras áreas do organismo foram muitas. As mais comentadas foram sobre alívio de estresse, dores de cabeça, melhor circulação e melhora em labirintites.

One thought on “Disfunção erétil: Colesterol alto prejudica a ereção?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *