Disfunção Erétil – Sintomas

A disfunção erétil, conhecida também como impotência sexual, atinge 8 a 10 milhões de brasileiros, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Urologia. É um problema difícil de ser diagnosticado, pois cada paciente é avaliado de uma forma, ou seja, somente um médico irá avaliar o que está atrelado ao tipo de impotência cada um sofre.

Entenda melhor oque é disfunção erétil.

Para que ocorra a ereção é necessário, além dos estímulos físicos, que haja desejo sexual. Todo o processo de ereção é coordenado pelo sistema nervoso. É o cérebro que comanda as reações dos vasos sanguíneos, nervos e músculos do pênis que resultarão na ereção. Com o pênis rígido, as veias são comprimidas para evitar que o sangue saia. Qualquer falha nesse processo pode resultar em uma disfunção erétil.

Sintomas

O sintoma mais comum da disfunção é a dificuldade ou impossibilidade de ter ou manter a ereção durante a relação sexual. Episódios esporádicos de impotência podem ocorrer, entretanto, são casos isolados e não caracterizam efetivamente a doença. Mas se em 25% ou mais dos momentos íntimos a impotência ocorrer, é possível que você esteja sofrendo de disfunção erétil.

Entretanto, somente um profissional especializado diagnosticará com certeza. Em todos os casos, os médicos aplicam um questionário no paciente. Abaixo seguem algumas perguntas bastante comuns nessas avaliações

  • O que pode estar causando os meus problemas de ereção?
  • Os sintomas que apresento parecem ser crônicos ou apenas temporários?
  • Você já teve alguma ereção anteriormente? Se já teve, ela foi firme o bastante para ter uma relação sexual?
  • Quando você começa a ter uma relação, já aconteceu de perder a ereção durante o ato sexual? Se sim, ela retornou?
  • Você obtém ereção ao se masturbar?
  • Você já acordou com uma ereção?
  • Você fuma? Quantos cigarros por dia e há quanto tempo?
  • Você tem o hábito de ingerir bebidas alcoólicas? Quantas vezes por semana? Que tipo de bebida?
  • Você usa outros tipos de drogas?

Após o paciente responder essas questões, o médico fará um exame físico do pênis e então constatará se há ou não a impotência sexual. Vale ressaltar que as causas da disfunção podem ser físicas ou emocionais, por isso, a sinceridade com o médico é essencial para que o diagnóstico seja preciso.

Fatores menos comuns

Fatores emocionais podem acabar atrapalhando os momentos de prazer. Stress no trabalho, problemas com a companheira, por exemplo, podem fazer com que, ás vezes, você não consiga atingir a ereção. Entretanto, esses casos isolados não significam que você possui a doença. O que realmente caracteriza a disfunção são os casos em que ela se manifesta seguidas vezes.

Por vergonha em procurar auxílio, muitos acabam deixando este problema interferir na sua vida sexual. Procure ajuda de um médico e veja como a sua qualidade de vida melhorará.

 

Gostou do nosso artigo? Acompanhe mais informações cadastrando seu e-mail em nossa newsletter, e curta nossa página no facebook para ficar sabendo das novidades!

Teve dúvidas? Deixe-as aqui nos comentários que a responderemos o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *