Falhei uma vez, será que tenho disfunção erétil?

A falta de informação muitas vezes faz as pessoas pensarem no que não deve. A falha na relação sexual é algo que os homens realmente se preocupam.

Para saber mais sobre sexo e problemas que envolvem a sexualidade das pessoas, não basta só ficar ouvindo os relatos dos colegas, tem que pesquisar mais e procurar ajuda médica, para não ter consequências na sua saúde.

 

Para você que estava pensando exatamente neste questionamento, fique tranquilo, porque falhar é completamente normal em uma relação sexual.

Estresse do dia a dia, ansiedade, nervosismo, podem fazer os homens falharem na hora H. E aí, muitos acham que falhar uma vez já é um sintoma da disfunção erétil, e ficam preocupados com a vida sexual.

A disfunção erétil é um problema considerado comum entre os homens. Quem sofre com este problema, dificilmente consegue uma ereção satisfatória na hora da relação sexual.

De acordo com Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 50% dos homens que tem mais de 40 anos, sofrem com algum grau dessa disfunção.

 

Ainda, em uma pesquisa encomendada pela SBU, os estudos mostraram que 59% dos homens assumem que já tiveram ou têm algum problema de ereção durante o ato sexual; desses, 12% convivem com a dificuldade de forma recorrente. 54% das pessoas, também disseram que já passaram pela experiência de ver o parceiro falhar na hora H.

Mas pra quem falhou e ficou achando que tinha disfunção erétil, pode ficar despreocupado, porque as eventuais falhas apresentadas durante as relações sexuais não caracterizam o problema da disfunção. O problema só é caracterizado, quando as falhas são frequentes.

Perceba os sintomas da disfunção erétil

Se junto com as falhas frequentes na cama, você perceber que seu corpo está mudando, deve ficar atento, porque os sintomas da disfunção erétil geralmente são: redução das ereções matinais e noturnas, diminuição da quantidade de pelos no corpo, redução da rigidez e do tamanho do pênis e a dificuldade para manter uma ereção.

 

Observando esses sintomas, o mais correto a se fazer, é não ficar escondendo o problema de sí. Um médico especialista em urologia poderá ajudar a tratar o problema.

Chá Kannjin é um forte aliado quando o assunto é disfunção erétil!

Quem sofre com a disfunção erétil, sabe como é complicado estar frente a frente com a parceira e falhar na hora H.

Os homens que realmente quiserem dar à parceira uma boa noite de sexo, podem experimentar o chá do amor Kannjin.

 

Ele é um poderoso energético sexual, totalmente natural. É extraído de um cipó, que possui o nome “cipó Kannjin”, encontrado na floresta Amazônica.

Kannjin aumenta as suas chances de não falhar

O chá do amor é recomendado para homens que possuem disfunção erétil, que se entende como a incapacidade de atingir ou manter uma ereção suficiente para um desempenho sexual satisfatório.

O chá proporciona uma ereção segura e saudável.

Como consumir o chá?

O Kannjin deve ser ingerido 40 minutos antes do homem passar por uma situação erótica.

 

Deve-se abrir o sachê e despejar o conteúdo em um copo de água, suco, ou refrigerante e ingerir logo em seguida.

Em algumas pessoas, dependendo do organismo, o efeito do chá do amor pode durar até 12 horas.

E além do mais, o chá não possui efeitos colaterais, porque ele é natural.

Causas da disfunção erétil podem ser físicas ou psicológicas

São muitas as causas da disfunção erétil nos homens. Na maioria dos casos, a falta de ereção pode estar relacionada a fatores físicos ou psicológicos.

Fatores físicos como: distúrbios hormonais, doenças crônicas, tumores ou doenças no pênis, problemas de circulação sanguínea, efeito colateral de medicamentos, consumo excessivo de álcool e tabagismo, podem causar a disfunção erétil.

Mas não é só isso não. Fatores psicológicos como: ansiedade, depressão, estresse, fadiga, problemas financeiros e medo de ser pego no flagra com alguém ou de falhar na hora H podem sim desencadear o problema.

Geralmente, os fatores físicos afetam os homens mais velhos, e os fatores psicológicos, costumam a incomodar os mais jovens.

 

Procure ajuda com o problema

São três, os fatores que influenciam no mecanismo da ereção masculina: a produção de testosterona, a circulação peniana e a inervação do órgão.

Quando um desses fatores decide parar de “cumprir as suas obrigações”, é hora de partir para os tratamentos que podem incluir: as drogas orais e as injetáveis (diretamente no pênis).

Medicamentos: Eles podem ser ingeridos uma ou duas horas antes da relação, desde que o homem não tenha nenhuma contraindicação com as substâncias que estão na fórmula do produto. Diferente do Chá Kannjin, os medicamentos podem provocar efeitos colaterais. Por isso pense bem antes de adquirir algum medicamento.

Injeções intracavernosas: Alguns medicamentos também podem ser injetados no pênis para ter ereção. É o caso das injeções intracavernosas, que podem ser aplicadas minutos antes da atividade sexual. Após a injeção a ereção é automática.

 

 

Vida saudável X disfunção erétil

A mudança no estilo de vida também pode melhorar o problema da disfunção erétil.

Perder peso, parar de fumar, reduzir o consumo de álcool e praticar exercícios, pode ser uma boa alternativa para quem busca resolver o problema.

 

Tenha uma boa noite de sono, alimente-se bem e fique longe das drogas.

Terapia pode acabar com a ansiedade nos homens

Para os homens que na hora da relação sexual, não conseguem ter ereção por causa da ansiedade, a terapia psicológica pode ajudar.

 

Mas antes de fazer qualquer tratamento para disfunção erétil, o mais correto é procurar ajuda de um profissional da área, para que ele possa avaliar o caso e indicar qual o tratamento mais adequado para cada homem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *